top of page
  • luizfsa7

A Aliança vista de um ângulo diferente

Unindo a experiência acadêmica com o conhecimento prático, Elton Souza Oliveira, pesquisador e entusiasta por tecnologias e meio ambiente, assume um novo desafio em sua carreira, o de melhorar metodologias e processos organizacionais na Aliança da Terra



O geógrafo Elton Souza Oliveira é um rosto novo na equipe da Aliança da Terra. Ele se incorporou ao time há apenas dois meses – e, ainda assim, em um modelo híbrido de trabalho (parte na sede, em Goiânia, parte em Brasília, onde reside).


Sua presença, porém, é estratégica para o futuro da organização. Ele compensa o pouco tempo como gerente de projetos trazendo um novo olhar para as atividades realizadas pela Aliança em suas diferentes frentes. Entre elas, a forma de estudar os dados.


Planaltinense (da região administrativa de Planaltina, no DF), com 37 anos de idade, Elton recebeu como primeira missão acompanhar de perto cada etapa dos projetos da Aliança. Da verificação de relatórios, ao aprimoramento de processos e metodologias, até a prospecção de novos contatos e parcerias junto aos centros de pesquisa, o também pesquisador e professor assumiu o desafio de melhorar, ainda mais, as metodologias e processos organizacionais de todos os projetos da organização.


“Nós estamos trabalhando para entender o que está acontecendo. Na prática, eu estou estudando o que está sendo feito, há bastante tempo e com muita qualidade, e propondo novas formas de se analisar os dados resultantes de cada projeto”, diz.

Agora, em vez de analisar somente os dados brutos, como por exemplo a quantidade total de áreas queimadas, os profissionais buscam ter um olhar mais estratégico e analítico sobre as informações obtidas.


Elton trabalha para garantir que o planejamento feito no escritório, pela gerente geral Caroline Nóbrega e seus colegas Ricardo Faria e Camila Juliana da Silva Dias, seja o mais preciso e adequado às atividades em campo.


Unindo teoria à prática


Formado em Geografia pela Universidade Estadual de Goiás, em 2009, com mestrado (2015) e doutorado (2021) em Geociências Aplicadas, pela Universidade de Brasília (UnB), e com especializações em Estudos dos Solos (2015) e em Gestão Ambiental e Desenvolvimento Sustentável (2013), Elton possui um currículo sólido na academia, onde atuou por seis anos como professor.


Em sua trajetória, já atuou em projetos de licenciamento ambiental de empreendimentos, rodovias e barragens; em planos de recuperação de áreas degradadas; e até mesmo no projeto CMR da Funai, iniciativa que atua na proteção dos territórios indígenas.


Depois de anos atuando entre o meio universitário, social e empresarial, o professor e pesquisador encontrou na Aliança uma nova forma de aplicar os seus conhecimentos e de ser desafiado.


“Além de ser uma ótima oportunidade para me ocupar com o que gosto e acredito, é uma possibilidade para trabalhar a parte técnica e, ao mesmo tempo, pensar em como desenvolver novas metodologias e processos que possam melhorar ainda mais nossas ações em campo”, conta.


Hoje, em paralelo com suas atividades como gerente na Aliança, Elton atua no projeto Odysseia – iniciativa que reúne várias redes brasileiras e internacionais para responder da melhor maneira aos desafios do desenvolvimento sustentável a fim de apoiar políticas públicas e organizações sociais, de saúde e meio ambiente na Amazônia --, analisando os impactos das mudanças climáticas no meio sócio ambiental, e em outros projetos de pesquisa que envolvem questões de monitoramento de bacias hidrográficas e até mesmo o mapeamento de incêndios.


Entusiasta das pesquisas e adepto das atividades práticas que envolvam a natureza, Elton sempre buscou, na vida profissional e pessoal, manter uma relação de equilíbrio entre o uso de tecnologias e o meio ambiente.


“Sempre trabalhei, mesmo que pelo computador, com assuntos que envolvam a natureza. Como professor, optei pelas atividades práticas em campo. Eu sou um geógrafo apaixonado por paisagens e uma pessoa deslumbrada com as geotecnologias.”


Apesar das inúmeras pesquisas e trabalhos em ação, o pesquisador, professor e agora gestor é, também, um fã de Star Wars, especialmente do episódio IV, filme que despertou a sua paixão pela tecnologia ao exibir um sabre de luz sendo ligado. Para além da tecnologia, Elton é um apaixonado por trilhas, videogames e séries.

19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page