• luizfsa7

Ajude a Aliança da Terra a financiar seus projetos

Projetos da organização dependem de doações para continuarem ativos. Saiba quais são e como contribuir com eles




A Brigada Aliança é o principal projeto da Aliança da Terra. Graças a parcerias com empresas privadas, nossas equipes estiveram em ações de monitoramento e combate no Pantanal, no Estado de Goiás (resultado de uma parceria com a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento – Semad), e em dois municípios do Mato Grosso, como parte do Projeto REM-MT. Mas a atividade é intensa também em inúmeros outros trabalhos realizados pela Aliança da Terra, que cuidam e preservam o meio ambiente, como o Projeto Quelônios do Rio das Mortes.


Manter esses projetos ativos é um desafio permanente. Para eles, a Aliança da Terra precisa de suporte financeiro, já que é uma instituição sem fins lucrativos. A sua continuidade depende de doações da sociedade civil. Atualmente, dois programas da Aliança da Terra necessitam de ajuda financeira: o Quelônios e a Brigada Kamayurá.



“O Projeto dos Quelônios é mantido 100% por doações. Sem elas, o projeto não existe”, explica Caroline Nóbrega, gerente-geral da Aliança da Terra. A manutenção dos técnicos que se dedicam integralmente a monitorar as praias e proteger os ninhos dos quelônios, a logística de alimentação e o combustível para o barco são custos fixos do programa. Além desses, também existem despesas pontuais. “Hoje temos a necessidade de um novo motor de barco, um investimento de cerca de 40 mil reais. O que temos atualmente é mais lento. Com um novo motor, nossas equipes conseguiriam cobrir uma área maior de praias”, diz Caroline.


As equipes do projeto Quelônios do Rio das Mortes são referência na região, apoiam equipes do IBAMA e SEMA-MT e atuam em duas unidades de conservação: o Parque Estadual do Araguaia e o Refúgio de Vida Silvestre Quelônios do Araguaia. “É um projeto super importante para a região mas não tem financiamento”, finaliza.


Leia mais sobre o Projeto Quelônios aqui.


Já o projeto da Brigada Kamayurá funciona de acordo com os recursos disponíveis. “No próximo ano não sabemos se teremos recursos suficientes para dar continuidade à Brigada”, pontua Caroline. São as doações que viabilizam, por exemplo, o treinamentos da Brigada Aliança. Em 2021 foram 324 pessoas capacitadas, incluindo brigadas voluntárias treinadas pela Brigada Aliança. Para grande parte dos brigadistas, graças ao dinheiro proveniente de doações.


“Com a proximidade do período de queimadas, a demanda pela brigada é crescente. São comunidades indígenas e comunidades locais que entram em contato solicitando apoio para se preparem para o período do fogo. Infelizmente, sem recurso, nem sempre conseguimos atender esses pedidos de ajuda. ”


Leia mais sobre a Brigada Kamayurá.


Para fazer doações para a Aliança da Terra é fácil, basta clicar aqui e seguir as instruções. Você pode escolher a opção de doar mensalmente ou apenas uma vez.

10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo